Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 6, 2016

OS DEZ TEXTOS MAIS LIDOS NO MÊS DE NOVEMBRO DE 2016

Muito feliz com a leitura de meus textos, publico aqui os dez títulos mais acessados. Muito obrigado!
1º - Labirinto
2º - Bandeira do povo brasileiro
3º - Metáforas cruéis: desqualificação das mulheres e negros
4º - Zumbi – 1695 – Dia da consciência negra
5º - Trabalho voluntário no hospital psiquiátrico: uma provocação para a vida
6º - Passos de atriz
7º - O idiota de Dostoiévski
8º. - Estou tão à flor da pele
9º - A fotografia da vida de Santa – cap. 21
10º - Meu rumo

Um amor de avó

Esperei que ela abrisse o manto da proteção e o estendesse sobre mim. Foi em vão. Fitei-a inseguro, olhos de súplica. Pedi perdão.
Olhava-me com frieza, distanciada de meus sentimentos. Orgulhosa. Onipotente.
Esperei que ensaiasse uma atitude, tomasse qualquer decisão. Falei em minhas culpas. Do mal que lhe causara: agruras devidas a preocupações, brincadeiras ofensivas, aborrecimentos inoportunos de menino levado.
Que nada. Não me ouvia. Resolvera agir assim, friamente, numa pedagogia autoritária.
Estava ali, sentada na poltrona de brocado, com novelos entre as mãos, olhar distante, comprido, para a janela. Minha avó.
Olhando-a assim, sentia pena. De mim, dela, de nós. Por sermos o avesso de suas aspirações: cheios de vida, astutos, perspicazes, briguentos, barulhentos, perturbadores.
Ela quieta, silenciosa, solene. Não nos queria por perto. Às vezes, achava que nos odiava.
Tão diferente de meu avô, suave, doce, amigo, franco, feliz.
Ele, no auge da alegria, satisfação com a…

A fotografia da vida de Santa - CAP. 25

Capítulo 25
Depois da conversa que tiveram, Santa convencera Sandoval a contratar um advogado para defender os filhos. Estava apavorada com o que poderia acontecer. Se eles estiveram lá e a polícia já tinha alguns dados, como as placas dos carros, então poderiam ser suspeitos.
Mas o pior estava por vir, Alfredo fora considerado suspeito, porque além da prova material de que estivera na cena do crime, embora não houvesse provas digitais e ele não tivesse negado de ter ido até a casa de Fernando, havia porém a prova física que era a lente de contato que puderam constatar ser realmente sua.
Além disso, havia o celular, e as várias conversas com Fernando. O delegado queria saber qual era o motivo das conversas. Depois de muitos interrogatórios, ele acabou sendo preso.
Alfredo parece afastar-se de tudo que o cerca. Por um momento, lembra dos passeios que fazia com as crianças, quando pequeno, nos dias de pequenique. Lembrava da mãe e aquele sentimento de melancolia o seguia pela vida afora. …