Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho 22, 2016

O AMOR E A PIEDADE : sentimentos distintos

Há milhares de expressões que tentam expressar e explicar o que é o amor.
Platão, ligando o amor à beleza e ao bem, dizia que o amor liberta o ser humano e o leva à verdade.
Para Santo Agostinho, o amor é o nexo que une as pessoas e as diviniza. Somente o amor é capaz de explicar a vida da alma e a sua possibilidade de se elevar ao conhencimento unitivo de Deus.
Enquanto Platão se preocupava em conceber o amor como o elo, a ponte entre o o corpóreo e o espiritual, entre o relativo e o Absoluto, entre o particular e o Universal, Santo Agostinho via o amor como o nexo entre o divino e as pessoas.
Mas há centenas de filósofos que dissertaram e tentaram explicar o amor, como Spinoza, Jean-jacques Rousseau, Friedrich Schleeirmacher, Aristófanes, Arthur Schopenhauer e tantos outros.
Tal como ele, os poetas e compositores à sua maneira, cantaram e encantaram o amor em todas as suas nuances.
Eu não seria capaz de fazer uma explanação a respeito do tema com esta intensidade e conhecimento, muito …