Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 27, 2015

TRÁGICO COMO UM TANGO

Passava por nós assim célere, pisando miúdo, uma barriga de 6 meses, vestida em lã, até quase os joelhos, numa calça preta permitindo os movimentos. Passos ágeis, precisos, em busca. Olhos argutos, perspicazes, nem sempre ligados aos austeros e comportados do grupo. Um sorriso amplo, franco, tipo Elis Regina. Cabelos crespos, afinados com a época, nos anos 80. Era jovial, alegre, ativa e alguma coisa nos unia, que na verdade, só fomos descobrindo aos poucos. Uma fina ironia, uma vontade explicita de rir de tudo e de todos, de mastigar a vida em todas as suas nuances e matizes mais profundos, sentindo o sabor e o aroma dos momentos construídos. Festa, diversão, alegria. Era o que cultivávamos para nós.
No entanto, não tínhamos contato mais próximo, eu num horário diferente, às turras com as aulas de literatura, filologia, latim. Ela com a referência na biblioteca, a guarda de livros, a execução de projetos, o estudo da especialização.
Nas férias dos alunos, fomos nos aproximando, talvez …